Pular para o conteúdo principal

Aplicativo inédito oferece abordagem prática e racional sobre o uso dos meios de contraste nos exames de imagem


Por Sandro Fenelon



Médicos e demais profissionais da Saúde contam com a ajuda de um aplicativo simples e prático para a escolha do meio de contraste mais adequado em exames de imagem. 

 Disponível nos sistemas iOS (Apple) e Android (Google) e nas versões em português e inglês, o aplicativo Meios de Contraste: FSN vs. NIC, é o primeiro e único nesse segmento da área médica. O objetivo da ferramenta é promover o uso racional e mais seguro dos meios de contrastes em exames radiológicos de pacientes com disfunção renal, baseado no cálculo da taxa de filtração glomerular (TFG). Isso porque escolher o exame correto para cada paciente é um desafio diário e devem ser pesados os riscos e benefícios de cada opção (contraste iodado x gadolínio). 


 O app inclui diversas calculadoras da TFG em um único aplicativo e integra um texto de apoio à decisão clínica, com dados sobre FSN e NIC para as respectivas subclasses de meios de contraste, de forma convenientemente centralizada e resumida bem como apresenta as estimativas de risco, baseadas em evidências e sugestões de protocolo a seguir para um dado valor da TFG. Isso facilita a tomada de decisões para os pacientes com função renal alterada, fornecendo uma única referência para ambos os meios de contraste (RM e TC), o que é uma caraterística única entre os aplicativos deste segmento. 


 Idealizado pelos médicos radiologistas Sandro Fenelon (Instituto do Câncer do Estado de São Paulo - ICESP) e Frederico F. de Souza (Universidade do Mississipi, EUA), tem por objetivo oferecer uma ferramenta prática para análise dos possíveis riscos de Fibrose Sistêmica Nefrogênica (FSN) e Nefropatia Induzida por Contraste (NIC). A ideia de se criar o aplicativo surgiu pelo fato de não existirem informações centralizadas e resumidas sobre o tema, que fossem acessíveis em tempo real, em um único local. 

  •  Indicado como um dos melhores aplicativos de 2017 pela tradicional revista norte-americana “Diagnostic Imaging”. 
  •  Semifinalista dos concursos 2016 e 2017 realizados pelo principal portal de Radiologia dos Estados Unidos (Best Radiology Mobile App - Minnie Award by AuntMinnie.com). 
  •  Uma revisão do aplicativo ganhou destaque na revista científica oficial e peer-reviewed da Sociedade de Informática em Imaginologia Médica (SIIM), dos Estados Unidos. 


 Conheça mais sobre o aplicativo em: 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como radiologistas e patologistas podem vencer no jogo de detetive (Divulgação)

Por Paula J. Woodward, MD*


A radiologista Dr. Anne G. Osborn certa vez comparou a profissão de radiologia ao popular jogo Detetive. Em uma entrevista em 2008, a Dr. Osborn brincou: “É nosso trabalho (como radiologistas) dizer: 'Sra. Green fez isso na sala de jantar com a chave inglesa”.



É um fato que os radiologistas são como “detetives clínicos” que reúnem imagens médicas de pacientes, resultados de exames e outras pistas - como evidências clínicas existentes e referências - para avaliar e diagnosticar as condições. No entanto, está se mostrando desafiador resolver com precisão e eficiência cada “mistério médico”.



A explosão da base de conhecimento médico denota uma era de pistas infinitas. Com a literatura biomédica em breve esperada para dobrar a cada 73 dias, radiologistas, patologistas e outros profissionais de saúde estão sendo bombardeados com pistas que tornam tecnicamente impossível manter-se.



Além disso, o fornecimento de pistas exatas que são relevantes para o paciente e…

Ressonância Magnética

Um bom material de ressonância magnética pode ser baixado aqui




Princípios Físicos Ressonância MagnéticaView more presentations from Alex Eduardo Ribeiro

Vídeo - upgrade de um sistema de ressonância magnética

Este vídeo em timelapse mostra um upgrade do sistema Trio para um sistema Magneton de 3T, realizado no  Biomedical Imaging Center do Beckman Institute (Universidade de Illinois).




Serviços de upgrade costumam ser oferecidos pelos próprios fabricantes, como a Siemens (clique para ver mais informações sobre upgrade),  e incluem substituição dos sistemas de gradiente, unidades de processamento e sistemas eletrônicos.